Às Vezes...






Às vezes quero sair,
Viajar,
Girar,
Cantar pneus que não saem do lugar.

Às vezes penso em escrever
Mas nenhuma idéia me vem à mente
E se a poesia me faz contente
É porque acredito que há gente
Que acredita nas palavras que mentem
E mesmo assim dá asas à imaginação

Às vezes quero correr,
Saltar,
Voar,
Sair das mesmices de amar
Fugir do comum
Do natural
Da sociedade vulgar

Às vezes  quero  sentar,
Refletir,
Pensar,
Pôr as idéias no lugar
E não aceitar as leis da física,
Química,
Biologia,
E sentir o gosto da minha própria existência
Muito além da ciência
Ás vezes me falta coragem para admitir
Que quero sair.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coisas Boas

Porque te amo!