Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Crenças inracionais...

Imagem
1- " A idéia de que existe uma extrema necessidade para qualquer ser humano adulto ser amado ou aprovado por qualquer outra pessoa significativa em sua comunidade."



2- " A idéia de que se deva ser interamente compentente, adequado e realizador em todos os aspectos possíveis para se considerar como tendo valor."



3- " A idéia de que é terrivel e cadastrófico quando as coisas não são do jeito que gostaríamos muito que fossem."



4- " A idéia de que certas pessoas são más, perversas e velhacas e de que elas deveriam ser severamente responsáveis e punidas por sua maldade."



5- " A idéia de que a infelicidade humana é externamente causada e de que as pessoas tem pouca ou nenhuma habilidade para controlar seus infortúnios e distúrbios."



6- " A idéia de que se alguma coisa é ou pode ser perigosa ou assustadora, deve-se ficar terrivelmente preocupado e ficar ruminando sobre sua possível ocorrência.



7- " A idéia que é mais fácil evitar do que e…

AS ESTAÇÕES !!

Imagem
Um homem morava no deserto e tinha quatro filhos ainda adolescentes. Querendo que seus filhos aprendessem a valiosa lição da não precipitação nos julgamentos, os enviou para uma terra que tinha muitas árvores. Mas ele os enviou em diferentes épocas do ano.


O primeiro foi no inverno, o segundo na primavera, o terceiro no verão e o mais novo no outono. Quando o último deles voltou, o pai os reuniu e pediu que relatasse o que tinham visto. O primeiro filho disse que as árvores eram feias, meio curvadas, sem nenhum atrativo. O segundo filho discordou e disse que, na verdade, as árvores eram muito verdes e cheias de brotinhos parecendo ter um bom futuro. O terceiro filho disse que eles estavam errados, porque elas estavam repletas de flores, com um aroma incrível e uma aparência maravilhosa.

Já o mais novo discordou de todos e disse que as árvores estavam tão cheias de frutos que até se curvavam com o peso, passando a imagem de algo cheia de vida e substância.

Aquele pai então explicou aos se…

A Velha é o Piano

Imagem
Fez-se a carne velha e torta
A velha no piano toca
Canção nova para uma antiga paixão
Que aviva a alma, alegra o coração.


No piano, os seus dedos a martelar
E na cabeça, o pensamento a bailar.
A canção nasce como uma rosa no deserto,
E o amor de peito aberto,
Convida-nos a dançar.

Em seu rosto um sorriso aberto,
Caprichoso acorde dos suspiros,
Amor perfeito.
Tudo ao seu ritmo.

Pela janela corre noite adentro,
E a velha presa em seu ritmo frenético
Um frenesi do amor utópico.
Um coração congelado,
Cego de paixão pelo tempo.

A velha e seu piano
Um doce e medíocre encanto
Algo puritano,
Da tristeza tira um tanto.
Tanto mágico quanto a melodia do piano.