Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

Holística.

Imagem
Tudo é poema. Tudo é poesia. Tudo é sistema. Tudo é simetria.
Tudo é simpatia. Que está embutido na sua covardia. Tudo é poema, Tudo é poesia, Tudo é magia, Que está contida no seu coração, Sacrificado numa hora tardia.
Tudo é encanto. Tudo é política. Que está em cima do balanço. Por debaixo da sua fantasia.
Tudo é poema. Tudo é vida. Tudo que era mentira. Verdade se vira.

Memórias - Declamado pro Carlos Drummond de Andrade. [vídeo]

Amar o perdido deixa confundido este coração.
Nada pode o olvido contra o sem sentido apelo do Não.
As coisas tangíveis tornam-se insensíveis à palma da mão.
Mas as coisas findas, muito mais que lindas, essas ficarão.

Antônio Abujamra declama Fernando Pessoa - O guardador de rebanhos VIII

Imagem
Num meio dia de fim de primavera Tive um sonho como uma fotografia Vi Jesus Cristo descer à terra, Veio pela encosta de um monte Tornado outra vez menino, A correr e a rolar-se pela erva E a arrancar flores para as deitar fora E a rir de modo a ouvir-se de longe.

Tinha fugido do céu, Era nosso demais para fingir De segunda pessoa da Trindade. No céu era tudo falso, tudo em desacordo Com flores e árvores e pedras, No céu tinha que estar sempre sério E de vez em quando de se tornar outra vez homem

E subir para a cruz, e estar sempre a morrer Com uma coroa toda à roda de espinhos E os pés espetados por um prego com cabeça, E até com um trapo à roda da cintura Como os pretos nas ilustrações. Nem sequer o deixavam ter pai e mãe Como as outras crianças. O seu pai era duas pessoas - Um velho chamado José, que era carpinteiro, E que não era pai dele; E o outro pai era uma pomba estúpida, A única pomba feia do mundo Porque não era do mundo nem era pomba. E a sua mãe não tinha amado antes de o…

Rascunho: O Coelho e o Jovem Mago

Imagem
"E assim começa nossa história.
Com um coelho tirado da cartola?
Ou seria um cajado?
De qualquer forma seu companheiro era um jovem mago.
Andando pelo deserto escaldante.
Seguia o mago e o coelho falante..."

Tirar

Imagem
Tire-me a vida,
Quando eu não puder mais amar.
Quando a solidão chegar.
Tire-me o amor.
Quando eu não puder mais respirar.
Quando meu sorriso se apagar.
Tire-me a harmonia.
Quando a angustia,
Me dominar.

Só não tire-me você.
Pois você é meu pilar.
Você é a razão desse poema.
Minha razão de ser.

Não Importa.

Imagem
A guerra foi vencida.
O assassino está morto.
Eu cruzei a linha.
Não há perdão para os meus pecados. Minha mulher está aqui.
Meus filhos também.
Sinto-me feliz.
Vendo o passado bem ali.

Eu não sou santo.
Não sei usar sapatos de salto alto.
Não conseguir enterrar meus fantasmas.
que no meu coração acorrento.

Isso é tudo que tenho.
Algumas balas e uma automática.
vamos brincar de roleta russa.
Mas isso não importa mais.


Meus filhos me chamam de herói.
Mas eu cruzei a linha.
isso pode ser magia,
ou loucura,
afinal, isso não me importa mais.