Casa Moinho Comigo.


nem tudo é como parece ser.
Tudo começou com um beijo.
Mas poderia ser um abraço.
uma lágrima, uma despedida em seus braços.

e eu andando por ai.
e você por ali.
finalmente juntamos nossos trapos.

o amor não é algum frágil?
quem o inventou não teve o cuidado,
e derrubou seu frasco.

Por que essas lágrimas?
Não vê que estou sempre ao seu lado.
momentos são como o vento.
e só o museu vive de passado.


a gente poderia construir uma casa.
com um jardim, uma rede.
um lugar para reunir os nossos amigos.
ouvir meus discos, ler seus livros.

encontrei a vida no seu sorriso.
e como Adão e Eva.
ficarei triste se eu sair desse paraíso.

a gente podia discutir nossa vida horas e horas.
ou aproveitar o calor do silêncio.
Sei que você não gosta da sua sogra.
mas vamos vivendo cada momento...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coisas Boas

Porque te amo!