O sal das minhas Lágrimas.






Cansei de professar meu amor ao vento,
De esvaziar minha mente de pensamentos.
E chorar meu amor em rios de lágrimas que nunca secam.

Levantarei mais uma vez meu escudo
Enfrentarei com coragem meus medos
Marchando firme em meio ao escuro
Buscando seu amor em meio tanto sangue e desejos.

Serei forte como um touro
Manso como um cão de pastoreio
Ágil como um gato
E inteligente como um coelho

Enfrentarei mil monstros se for preciso,
E tanta tormentas marítimas,
Se o meu sentimento terminar sem uma vírgula.
Que me serve o dom da poesia?
Se não gravar seu nome em um cântico apaixonado.
Serei eu que viverei na ilusão de uma mentira.

E a luz do luar vem banhar a lamina da minha espada.
E o sal das minhas lágrimas
Vem salgar minha boca com a lembrança
Do beijo da minha eterna apaixonada.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coisas Boas

Porque te amo!