Borboletas...


Você voou para longe de mim.
Eu confesso que não queria que fosse assim,
Anjos têm asas para voar, eu sei?
Mas para proteger também

as vezes e difícil traçar o mesmo caminho,
Especialmente quando se está sozinho,
Mas você foi e eu deixei você ir 
Para você talvez seja um alívio 
Para mim foi só mais um desafio.

Lembro-me das cartas de amor que te enviei.
Com tantos erros, desejando apenas um beijo,
Mas você nunca me respondeu 
E mesmo assim lembrei do seu aniversário
Te enviei um lindo presente
Mas você nunca o recebeu

A vida nos prega cada peça,
Parece mais uma roda-gigante.
Mas nem tudo é como queremos,
Mas sim como merecemos

Mas não importa o quanto o mundo rode,
Quanto tempo vai levar para você voltar para mim.
Sei que borboletas sempre voltam, 
basta eu cuidar bem do meu jardim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coisas Boas

Porque te amo!