Solidão e Vinho





Procuro seus lábios,
Mas só encontro a solidão.
Sonho em me perder em seus braços,
Mas a tristeza invade meu coração.

A vida parece sem graça sem você por perto.
Seria como está caminhando no mais doloroso deserto.
Onde minha única companhia é o som dos meus passos.

Procuro alguém para sanar essa dor.
Alguém com um pouco de gênio e loucura.
Alguém que me tire desse inferno,  
Que me mostre a cura.
Para pesadelos tão incertos.

Sou um andarilho viajante,
Poeta sem musa,
Violeiro sem música.
Sou um verme rastejante.
Implorando por pão e vinho.
Por qualquer companhia no meu caminho.
Por um amor que esperei sozinho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coisas Boas

Resenha : Os Crimes do Mosaico - Guilio Leoni