Reflexos de Um Amor Perdido


Ainda sinto seu cheiro no travesseiro
É depois de tudo, tudo.
Ainda consigo abrir meus olhos após as lágrimas
Às vezes penso que é tarde... É tarde
Mas não podemos vacilar
Não podemos ficar para trás
E esperar a poeira baixar
E dizer “nunca mais”.

Às vezes penso que não é esse mundo que construímos
E nossos filhos que tanto amamos, nos deixaram.
A quem tanto educamos.
 Foram-se como as águas do oceano.

Sinto sua voz através do espelho
É mesmo assim meu coração continua batendo
Por uma pessoa que não consigo abraçar
E que não sai do meu pensamento
Resignado, deixei você partir.
E no meu coração, uma ferida abrir.

Sei que não somos nos dois no mundo feito de terra
E você ainda sorri com aquela cara travessa
E ainda me pergunto, por que, por quê.
Ainda não conseguir sair

Está frio lá fora
E o rugido do vento ainda me faz sentir medo
Parece que a chuva vem castigar minha vidraça
É mais de meia noite e ainda não conseguir dirigir aquele jantar sem-graça.
Às vezes penso porque você saiu
Partiu... Sumiu.
Às vezes pensa em você me dá calafrios.

E a vida corre como um estopim
E eu ainda não consigo esquecer seu ultimo “eu te amo”
E mesmo assim forço um sorriso feliz
Pois um dia voltarei a te dizer :”eu te amo”.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coisas Boas

Porque te amo!