Teatro de Deus





Viver é preciso
Amar é necessário
De Deus somos filhos
Manchados com a sombra do pecado.

Roda da vida corre cada vez mais depressa
O passado pereceu
O presente não é mais importante para o futuro que nos espera
E você ainda não aprendeu
A amar seus irmãos como eu.

Assim como o sol que amanheceu
Brincamos no palco
Teatro de Deus
Pronunciando palavras vazias
De uma vida imprópria e corroída

Cada passo, cada alegria
Por Deus é sentida
Cada insulto, cada injustiça
Por Ele é punida
O perdão parece a melhor saída
Para salvar nossas almas e curar nossas feridas

Deus santo, Deus imortal
Estaremos a sua espera até o final
Vivemos como peças, objetos
De um sistema vital.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coisas Boas

Resenha : Os Crimes do Mosaico - Guilio Leoni