Canto Para o mundo ...








“Vem chuva, vem. Vem lavar meu rosto
Tirar-me o desgosto,
Faz-me sorrir de novo
Vem me Transformar em moço,
Que um dia fui...”

Assim cantava o velho descendo a rua.
De soslaio olha a menina.
Esticando as costas nuas.

“Vem vento, vem. Vem me trazer o encanto
Vem me aliviar o peso dos anos,
Vem me dar o merecido descanso.”

Assim canta o velho assobiando,
Descendo a ladeira
Dando passos miúdos
Lá vai o velho,
Feliz com a vida
Feliz com o mundo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coisas Boas

Resenha : Os Crimes do Mosaico - Guilio Leoni